Mais de 360 imigrantes estão retidos a espera de asilo no Aeroporto Internacional de SP

  • 16/06/2024
(Foto: Reprodução)
Comissão formada por deputados da Comissão sobre Migrações Internacionais e Refugiados do Congresso Nacional e representantes da ACNUR fiscalizaram a situação dos refugiados. Estrangeiros aguardam processamento de pedido de refúgio em área restrita no aeroporto. Divulgação/Mara Gabrilli Mais de 360 imigrantes, sobretudo indianos e cidadãos de países africanos, estão retidos na área de imigração do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, à espera de providências para formalizarem o pedido de refúgio no Brasil. Neste sábado (15), uma comissão formada por deputados da Comissão sobre Migrações Internacionais e Refugiados do Congresso Nacional e representantes da ACNUR (Agência da ONU para Refugiados) fiscalizaram a situação dos refugiados. Enquanto esperam o preenchimento do formulário de reconhecimento da condição de refugiado junto ao Sistema Nacional de Processamento de Pedidos de Refúgio (Sisconare), os imigrantes enfrentam condições precárias de higiene e falta de informação na área restrita do Terminal 3 do aeroporto. ✅ Clique aqui para se inscrever no canal do g1 SP no WhatsApp Segundo as autoridades, os estrangeiros foram impedidos de entrar no país por um problema na capacidade de processamento dos pedidos de refúgio no Sisconare. À TV Globo, o defensor público federal em Guarulhos, Murilo Ribeiro Martins, afirmou que a Polícia Federal tem a capacidade de processamento de 50 pedidos por dia. "Ela reforçou essa capacidade de processamento passando a quase 100 pedidos por dia, só que isso não tem sido suficiente, porque continuam chegando imigrantes". Imigrante pede ajuda a comissão para obter informações sobre refúgio. Divulgação/Mara Gabrilli Na visão da Defensoria Pública Federal, faltam mais funcionários trabalhando no processamento do refúgio para dar vazão a essa quantidade de pedidos, que tem crescido desde o início da semana. Maria Beatriz Nogueira, do Acnur em São Paulo, também disse que a estrutura de recepção e de processamento desses pedidos precisa acompanhar o aumento do volume de chegadas no maior aeroporto da América Latina. "A opinião das entidades, o Acnur, é que não se pode passar de 48 horas pessoas numa área restrita esperando que a sua situação de inadmissão no Brasil seja processada. É importante que essa espera seja feita de uma forma digna, onde as pessoas tenham acesso à informação, comida e banho", declarou Nogueira. De acordo com o Ministério Público, a chegada de grupos de indianos pedindo refúgio não é frequente no país. Os motivos para cada pedido são verificados em entrevistas individuais e confidenciais feitas pelo Comitê Nacional de Refugiados. Entretanto, segundo o Ministério Público Federal, o Brasil tem sido usado como rota por estrangeiros que querem chegar nos Estados Unidos. O Aeroporto de Guarulhos passou por situação semelhante recentemente. Desde agosto de 2022, milhares de afegãos vieram para o Brasil fugindo dos conflitos internos provocados pelo grupo extremista Talibã.

FONTE: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2024/06/16/mais-de-360-imigrantes-estao-retidos-a-espera-de-asilo-no-aeroporto-internacional-de-sp.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes